Angra do Heroísmo

Apesar da beleza que caracteriza a paisagem terceirense, pode-se afirmar que é no campo histórico-cultural que reside grande parte do valor da ilha.

Renascentista e moderna, Angra é marcada por grandes feitos históricos, defensora dos ideais da liberdade, sempre e ainda hoje, é uma cidade monumento de cunho senhorial, cuja planta provém do Séc.XV - XVI e casario do Séc.XVII e XVIII. Grande parte do seu centro histórico está classificado de Interesse Público e incluído na lista do Património Mundial da UNESCO.

A arquitectura do Séc.XVII está bem patente em alguns edifícios cujas fachadas estão repletas de pedra artisticamente lavrada, com os ferros e as madeiras das sacadas das janelas, ao gosto da época. Com efeito, não obstante ter sido fortemente afectado por um violento sismo ocorrido em 1980, o património arquitectónico de Angra, que entretanto foi cuidadosamente recuperado, é digno de todo o realce destacando-se:

- A Sé Catedral, Igreja mãe dos Açores, imponente templo construído nos moldes da arquitectura filipina, no final do séc.XVI, sobre uma igreja gótica do séc.XV;

- O Palácio dos Capitães-Generais, antigo colégio dos Jesuítas adaptado, a partir de 1776, a residência dos Capitães-Generais dos Açores;

- A Fortaleza de S.Sebastião, construção de raiz italiana edificada no Séc.XVI a Nascente do Porto de Angra:

- A Fortaleza de S.João Baptista do Monte Brasil, enorme massa com cerca de 4 km de muralhas contínuas e abaluartadas, construída na época espanhola e então denominada de S.Filpe com variadas modificações até à II Guerra Mundial inclusivé, ali estiveram presas figuras célebres como D.Afonso VI e Gungunhana.

- O Solar de Nossa Senhora dos Remédios ou da Família Canto, antiga moradia dos Provedores das Armadas (Séc. XVI-XVIII) imponente edifício senhorial que inclui a maior capela particular do Arquipélago.

- O Museu de Angra do Heroísmo, instalado no antigo Convento de São Francisco, em cuja igreja anexa, a Igreja de Nossa Senhora da Guia, foi sepultado Paulo da Gama, irmão de Vasco da Gama, morto na viagem de regresso da Índia, em 1499;

- As Igrejas, de Nossa Senhora da Conceição, de São Gonçalo e da Misericórdia, interessantes edifícios dos sécs.XVI, XVII e XVIII;

- Os Paços do Concelho, majestosa construção do séc.XIX e os Solares dos Corte-Reais, dos Bettencourts, dos Sieuve de Menezes, da Madre de Deus, são outros tantos monumentos que também integram o rico e valioso património angrense.

Angra, possui ainda uma Biblioteca Pública e Arquivo que é das melhores do país e funciona como depósito legal. Aqui existem importantes colecções de arte em mão de particulares, em que se destaca a de Francisco Ernesto de Oliveira Martins cujo acervo de esculturas religiosas em madeira e marfim é extraordinário.

Em Angra, Centro Cultural da Região, existem várias instituições como o Instituto Açoriano de Cultura e o Instituto Histórico da Ilha Terceira, cuja acção em prol do desenvolvimento dos Açores em vários domínios é por demais evidente. É sede do Festival Internacional de Música dos Açores e nela existe um Conservatório Regional de Música. A nível de ensino superior, em Angra do Heroísmo funcionam o Campo de Ciências Agrárias da Universidade dos Açores (Pólo da Terra Chã), o Seminário Maior Diocesano, o CIFOP que forma Educadoras de Infância e a Escola Superior de Enfermagem.

Tem dois grupos de Teatro: “Alpendre” e “Outro Teatro”, cuja consagração ultrapassou a fronteira da ilha. Em Angra, pelo Carnaval decorre o maior festival de teatro popular do país com a exibição de cerca de 50 grupos de “Danças de Entrudo”.

O Alto da Memória, obelisco que recorda a presença de D. Pedro IV em Angra, oferece excelente panorâmica sobre a cidade, assim como o Monte Brasil, que além disso proporciona bons momentos de recreio e lazer, não só na Reserva Florestal de Recreio que nele se encontra instalada, como em toda a sua arborizada e fresca área. (O Monte Brasil, pelas suas condições e características especiais, está classificado como Paisagem protegida.). O Jardim Municipal é outro agradável lugar de lazer de Angra.